Sempre quis dizer isso na Internet. E agora eu posso, já que eu tenho esse espaço. Mas não é algo gratuito, queria dizer isso porque a Internet possibilita isso.

As informações não são tão efêmeras (e ao mesmo tempo são). Qualquer um com acesso à Internet pode criar posts, tweets, etc. E essas publicações ficarão em algum servidor que imotalizará o que foi dito. Então o problema hoje não é conseguir publicar ou arquivar o que foi dito. O problema é a relevância disto.

Ao passo que podemos publicar livremente o que pensamos e ter tudo guardado, também há uma alta velocidade na trasmissão das informações. O interessante disso é que a velocidade da informação não emplica em uma melhor absorção do que está sendo passado. Nos vemos em um momento que temos de parar um pouco e pensar “o que é relevante, de verdade?”, “o que isso vai agregar ao meu crescimento?”.

Uma coisa que um professor falava no cursinho era “o que esse cara quer colocar na minha cabeça? De onde ele fala?”. Sábias palavras. As pessoas nunca fazem as coisas gratuitamente e sempre as fazem com algum enviesamento. A Ciência começa a aceitar que não é possível realizar uma pesquisa tendo o tão almejado afastamento científico. Afinal, todos têm seus interesses, valores, conhecimentos.

O conteúdo na Internet não evoluiu no ritmo do crescimento dos acessos. Não digo evoluir quantitativamente, mas qualitativamente. Outra coisa que parece não ter melhorado foi a maturidade dos usuários. Pessoas criticamente educadas e responsáveis.

Google e Facebook concordam que a Internet não deveria ser anônima. Discordo. O anonimato deve continuar existindo. O anonimato é livre e criador. Não há as amarras sociais que nossas culturas desenvolveram ao longo dos tempos (pelo menos não da mesma forma). Ser anônimo não significa ser baderneiro, amoral, incivilizado. Pelo contrário, a liberdade é tão grande quanto a responsabilidade. Vemos isso nas nossas vidas o tempo todo. Então que deixem as comunidades anônimas co-existirem com as outras, chega de querer impor limites “pequenos” à Internet. Ela precisa de outras discussões.

 

Bem-vindo ao meu blog. Os devaneios começaram haha

Post filed under Internet.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *